Company Logo

Parceiros

Contador de Visitas

1469248
Hoje Hoje 80
OntemOntem937
Essa SemanaEssa Semana31
TotalTotal1469248
107.20.115.174
Usuários logados 0
Visitantes 25
Usuários Registrado 3

Uma empresa que está inativa desde 28 de setembro de 2011, a Montec Indústria Mecânica e Comércio Ltda – ME, teria dado orçamento em 12 de dezembro de 2016 no valor de R$ 25.680,00 para a construção de uma passarela metálica para o Parque do Uirapuru, em Manga, na região Norte de Minas.

De acordo com o orçamento, a proposta tinha validade de 30 dias; a passarela teria garantia de cinco anos contra defeitos de fabricação e a condição de pagamento seria metade na assinatura do contrato e a outra metade na entrega dos serviços.

Segundo informações da Superintendência Regional da Fazenda Norte, a Montec teve sua inscrição estadual cancelada em 2011, por desaparecimento. Na Receita Federal do Brasil, a empresa figura como se ainda estivesse ativa.

Fundada em 9 de junho de 2004, por um ex-funcionário da Indumetal Estruturas Metálicas Ltda, a empresa tinha como finalidade a fabricação de tanques, reservatórios metálicos e caldeiras para aquecimento central.

Na rua cinco do bairro Jardim Primavera, em Montes Claros, os vizinhos dizem que há anos não veem qualquer pessoa entrar ou sair do galpão situado no número 39, onde supostamente funcionaria a empresa. Também revelam não ouvir nenhum barulho de máquinas ou operários trabalhando no local.

Charles Ronaldo Vasconcelos Pereira, sócio da Montec, informou que de fato teria recebido o pedido de orçamento feito por alguém da Prefeitura de Manga, no dia 12 de dezembro de 2016, data em que foi deflagrado o processo de licitação.

 

A advogada Jovaneide Santos Silva Vasconcelos, esposa e sócia de Charles na Montec, informou que a empresa “jamais trabalhou para prefeituras ou quaisquer outros órgãos públicos e nunca teve a intenção de fazê-lo”. Segundo ela, durante o período que a empresa funcionou, só prestou serviços para pessoas físicas e empresas privadas.

Jovaneide informou que a empresa recebeu telefonema de alguém da Prefeitura de Manga, cujo nome não se recorda, pedindo o orçamento. Ela disse que essa pessoa foi informada de que a empresa Montec estava inativa e por isso sem possibilidade de construir a passarela ou emitir nota fiscal. Mas, de acordo com a advogada, o representante da prefeitura insistiu, alegando que a finalidade do orçamento solicitado “era apenas para verificar se haveria dinheiro para fazer a passarela”. Segundo ela, foi essa pessoa, que solicitou o orçamento em nome da Prefeitura de Manga, quem mandou um táxi apanhá-lo.

A pregoeira Heloísa Rocha Lacerda declarou que todos os orçamentos anexados ao processo licitatório da passarela foram providenciados pelos secretários municipais Wendel Santos Torres e Diogo Saraiva Moreira.

A reportagem não conseguiu contato com Wendel e Diogo. O prefeito Anastácio Guedes Saraiva não respondeu ao pedido manifestação sobre o assunto.

Fonte: blogdofabiooliva.blogspot.com.br

Calendário de Eventos

December 2017
S M T W T F S
26 27 28 29 30 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31 1 2 3 4 5 6

Login

Colaboradores

Tita
posto_sertanejo



Powered by Norticias®.